Monitoramento territorial com uso de tecnologia: drones, aplicativos, capacitação continuada e segurança
Escolha um idioma:
Escolha um idioma:
Intercâmbio de conhecimento /

Monitoramento territorial com uso de tecnologia: drones, aplicativos, capacitação continuada e segurança

O segundo ciclo da Comunidade de Aprendizagem do programa Todos os Olhos na Amazônia (TOA) será lançado na quinta-feira, 18 de novembro, às 11h (horário de Brasília).

O encontro discutirá sobre estratégias de monitoramento territorial que combinem o conhecimento ancestral com o uso de equipamentos e soluções tecnológicas, como drones e aplicativos, além de abordar questões fundamentais às ações de monitoramento, como a capacitação continuada e diretrizes de segurança integral. 

Nesta nova fase da nossa Comunidade, as sessões serão enfocadas em um caso específico, sobre o qual os parceiros e outras organizações aliadas ao programa TOA irão contribuir com suas experiências para solucionar desafios e obstáculos enfrentados pelo caso em questão.

Neste encontro de novembro, conheceremos sobre o processo de conformação da equipe de monitores territoriais da Federação da Nacionalidade Shuar de Pastaza (FENASH-P), que conforma a Confederação das Nacionalidades Indígenas da Amazônia Equatoriana (CONFENIAE).

As contribuições e sugestões realizadas durante esta sessão servirão de insumo para a criação de um guia sobre monitoramento territorial, o qual pode ser utilizado por qualquer organização ou comunidade que deseje ter mais informações sobre o processo de criação de equipes de monitoramento territorial. Após a sessão, este guia será disponibilizado nos recursos abaixo.

Recursos

Guia:  Criação de equipes de  monitoramento territorial  em territórios amazônicos 

Produto do Diálogo de FENASH-P; a CONFENIAE; UDAPT; ECA-Amarakaeri; USFQ; Ecociência; Digital Democracy; ISS; WRI, promovido pela Hivos no âmbito da Comunidade de Aprendizagem dos parceiros do programa TOA realizado em novembro de 2021.

RECURSOS E CONTEÚDOS DE FORMAÇÃO

PROGRAMAS DE IMAGENS SATELITAIS E DE ALERTA PRECOCE

Global Forest Watch e Forest Watcher para acesso a imagens de satélite e alertas precoce de desmatamento

APLICATIVOS MÓVEIS (APPS) PARA MONITORAMENTO